Ir para conteúdo

Ir para conteúdo

SAAE Itaúna
Acompanhe-nos:
Facebook
Instagram
Notícias
Principal   Notícias
 

18/06/2019 às 15:40:00
Estação de Tratamento de Esgoto: Um sonho que está prestes a se tornar realidade

Administração confirma que obras já estão bem avançadas e que falta pouco para a inauguração da maior obra de Itaúna.

Na manhã de quinta-feira (13), o Prefeito Neider Moreira juntamente com o Diretor Geral do Serviço Autônomo de Água e Esgoto-SAAE e os vereadores Alexandre Campos, Antônio de Faria-Da Lua, Gleison de Faria-Gleisinho, Lacimar da Silva-O Três e representantes da atual administração visitaram a Estação de Tratamento de Esgoto-ETE, localizada próximo a Comunidade do Distrito Industrial.

O objetivo é acompanhar e fiscalizar o andamento da obra que já possui 91,56% de conclusão da operação civil segundo o RRE–Relatório Resumo de Empreendimento, ante aos 15,32% registrados em dezembro de 2016.

Quando pronta, a ETE terá capacidade para tratar 100% dos efluentes domésticos urbanos, beneficiando não só Itaúna, como todos os municípios da sub-bacia do rio São João, que se encontram a jusante da cidade.

A ETE terá dois reatores anaeróbios, principais responsáveis pelo início de todo o processo. Os equipamentos garantirão o tratamento de 219 litros de efluentes por segundo, vazão estimada de acordo com o número de habitantes de Itaúna. Contudo, a capacidade instalada é de até 400 l/s, prevendo o crescimento da população até 2050.

Descrição do Sistema da ETE

Os efluentes gerados nas residências serão transportados até a Estação de Tratamento de Esgoto-ETE, por meio dos interceptores de esgoto, que irão desaguar no Tratamento Preliminar (01 unidade) processo responsável por promover a remoção de sólidos grosseiros através de gradeamento–peneiras rotativas e desarenadores.

Após passarem pelo Tratamento Preliminar os efluentes serão encaminhados à Caixa Divisora de Vazão–CDV I que irá distribui-los aos Reatores UASB–Upflow Anaerobic Sludge Blanket.

Estação de Tratamento de esgoto-ete

Os Reatores UASB (02 unidades) têm por objetivo promover, simultaneamente, o tratamento físico, por meio da sedimentação dos resíduos sólidos em suspensão, presentes na massa líquida; e o tratamento biológico, mediante a digestão anaeróbia da matéria orgânica solúvel e particulada presente nos esgotos.

Foto

Após serem tratados nos Reatores UASB, os efluentes são encaminhados à Caixa Divisora de Vazão–CDV II (01 unidade) a qual promoverá a divisão da vazão dos efluentes para os Filtros Biológicos Percoladores.

Foto

Os Filtros Biológicos (02 unidades) têm a função de dar um refinamento ou polimento no efluente do Reator. Esse objetivo será alcançado com o uso de unidades de um meio suporte fixo, tipo colmeia, o mais moderno em uso, na qual se desenvolvem, em seus vazios, uma película bacteriana capaz de reduzir a matéria orgânica dissolvida remanescente do Reator UASB.

Foto

Após a passagem pelos filtros, o efluente é encaminhado aos Decantadores Secundários, que promoverão a sedimentação dos lodos desalojados.

Foto

Após a decantação o efluente passa pela unidade de desinfecção por meio do sistema ultravioleta, usado para a eliminação de patógenos, ou seja, de bactérias e finalmente será encaminhado ao corpo receptor, neste caso o Rio São João.

Foto

Esse lodo produzido no sistema será encaminhado para os leitos de secagem ou para a centrífuga onde ocorrerá a desidratação do lodo, que depois será enviado para descarte no aterro sanitário.

 


Fonte: COMSAAE
 
 
 
 
Mapa Localização:
Rua: Nonô Ventura, 394, Lourdes
Itaúna/ MG - 35680-205
Telefone Telefone para contato:
(37) 3249-5800
Atendimento Horário de Atendimento:
De segunda à sexta-feira, de 7h às 17h
Receba os informativos do SAAE - Cadastre-se
Instar Internet © Copyright Instar - 2006-2019.Todos os direitos reservados. Instar Internet
Seta
Copyright Instar - 2006-2019. Todos os direitos reservados - Instar Internet Instar Internet